Ingrediente poderoso que temos em casa ajuda a controlar a diabetes e diminui o apetite. Confira! – Portal O Farol

Ingrediente poderoso que temos em casa ajuda a controlar a diabetes e diminui o apetite. Confira!

Atualmente, a canela é um especiaria barata, encontrada em vários tipos de receitas. Mas a sua história remonta até ao Antigo Egito e há até passagens na Bíblia que a referem.

Os benefícios da canela são muitos. Sabe quais são?

1. Ajuda a perder peso

A canela retarda o processo de digestão, logo, a sensação de saciedade mantém-se por mais tempo. É também um digestivo natural, facilitando a digestão dos alimentos e absorvendo mais nutrientes com menos quantidade de comida ingerida.

2. Regula os níveis de açúcar

Um dos compostos da canela atua nas células imitando a ação da insulina, isto é, melhora a forma como a glicose é absorvida.

3. Previne as doenças cardiovasculares

Graças ao cinamaldeído, é capaz de reduzir a agregação de plaquetas que podem levar à formação de coágulos nas artérias, responsáveis por acidentes vasculares cerebrais e ataques cardíacos.

4. Anticoagulante, antifúngica, anti-inflamatória, antiespasmódica, anestésica e antibacteriana.

A canela é anticoagulante, antifúngica, anti-inflamatória, antiespasmódica, anestésica e antibacteriana. Devido às suas poderosas propriedades, a canela é aconselhada no tratamento de dores de cabeça, candidíase, vómitos, dores menstruais, mau hálito e no alívio do desconforto provocado pela artrite. Mas não só: a canela ajuda a tratar constipações, gripes, febres e é um expetorante natural.

5. Previne e trata doenças degenerativas

A canela é também uma aliada da função cognitiva e da memória, logo, retarda a doença de Alzheimer e ajuda no tratamento da doença de Parkinson. A acrescentar, é uma aliada no combate ao vírus VIH.

6. Estimula o sistema circulatório, respiratório e gastrointestinal

A canela estimula o sistema circulatório, respiratório e gastrointestinal e tem uma ação revigorante no organismo. Ajuda no combate de problemas gastrointestinais, nomeadamente, perda de apetite, diarreia, parasitas, flatulência e espasmos intestinais.

FonteNotícias ao Minuto

Categorias: Cidades,Destaque,Mundo