VÍDEO: Romero afirma não querer vínculo com João Azevêdo, “Sou pré-candidato a Governador”, completa – Portal O Farol

VÍDEO: Romero afirma não querer vínculo com João Azevêdo, “Sou pré-candidato a Governador”, completa

Foto / F5paraiba

Nesta terça-feira (26), Moacir Rodrigues, deputado estadual e irmão de Romero Rodrigues, externou a aliança entre o ex-prefeito de Campina Grande e o governador João Azevêdo. Romero entraria como vice na chapa de João numa articulação formulada por Daniella e Aguinaldo Ribeiro, além de Cícero Lucena, todos do Progressistas. Entretanto, em entrevista recente, o ex-gestor campinense negou a hipótese de subir no mesmo palanque do chefe do Executivo estadual.

Moacir afirmou, em entrevista ao Correio Debate da 98FM, que a composição da chapa para a reeleição de João já estaria acertada, com Romero presente no cargo de vice-governador e Aguinaldo Ribeiro disputando o Senado Federal, criando um novo pacto político denominado “Xeque-Mate”.

“O novo pacto seria, João candidato a governador, Romero candidato a vice e Aguinaldo candidato a senador. Seria esse novo pacto político na Paraíba, que mudaria todo xadrez da política paraibana. Seria a chapa Xeque-mate”, revelou o deputado.

Já Romero, em conversa com o jornalista Laerte Cerqueira para o Jornal da Paraíba, assegurou sua pré-candidatura ao Governo do Estado, reiterando ainda que não estaria no mesmo lado que Azevêdo, sendo o candidato da oposição. E disse mais, que se desejasse essa aliança, já a teria feito desde as eleições municipais de 2020, quando foi convidado para apoiar a candidatura de Cícero Lucena à Prefeitura de João Pessoa.

“Eu serei candidato sim a governador da Paraíba, pré-candidato da oposição. Se fosse para estar vinculado ao governo, teria me vinculado nas eleições de João Pessoa quando fui convidado a apoiar a candidatura de Cícero. E o fator impeditivo naquele momento era exatamente ir para o palanque de João Azevêdo. Eu estou focado, sou candidato e meu modelo é diferente de João Azevêdo”, pontuou.

São dois posicionamentos diferentes que agitam o cenário político paraibano há pouco menos de um ano do próximo pleito eleitoral. Há quem diga que o fato de Romero e João estarem em Brasília nesta terça seria, entre agendas administrativas a cumprir, para firmar essa nova união.

Afinal, quem estaria falando a verdade: Moacir, que poderia estar se precipitando ao anunciar o pacto político, ou Romero Rodrigues, que reitera que será oposicionista a João em 2022? Já da parte do governador, o silêncio reina.

Ouça a declaração de Moacir Rodrigues:

Por F5paraiba

Categorias: Destaque,Política