STJD mantém pena de seis jogos ao Vasco, mas agora com portões fechados – Portal O Farol

STJD mantém pena de seis jogos ao Vasco, mas agora com portões fechados

Recurso do Vasco foi julgado na manhã desta quinta-feira (Foto: Fred Huber)

O Vasco foi a julgamento no Tribunal Pleno do Superior Tribunal Desportiva na manhã desta quinta-feira para tentar minimizar a pena de perda de seis mandos de campo, mas não obteve sucesso. O STJD manteve a punição, mas agora com portões fechados . O caso é por conta do tumulto generalizado ao fim do clássico contra o Flamengo, pela 12ª rodada.

Como já cumpriu três jogos de punição contra o Santos, Atlético-PR e Cruzeiro, o time ainda tem três outras partidas para cumprir a punição. Contra o Palmeiras, domingo, em Volta Redonda, como não há tempo hábil para mudanças, acordo com o Estatuto do Torcedor, o jogo será com a presença de torcida. A venda de ingressos, inclusive, já foi iniciada.

Como nesta nova punição não há a necessidade de mandar o jogo a 100km da cidade, o Vasco poderá até jogar em São Januário contra Bahia e Grêmio, com portões fechados, desde que consiga que o Ministério Público desenterdite o estádio a tempo. Caso isto não aconteça, as partidas podem ser, por exemplo, no Nilton Santos ou em qualquer estádio do Estado, mas com portões fechados. A multa ao Vasco de R$ 75 mil foi mantida.

– O que tentamos foi minimizar a punição com outra alternativa de cumprimento. Essa partida de domingo, contra o Palmeiras, não tem alteração por causa do Estatuto do Torcedor. A decisão do Tribunal passa a surtir efeito depois do jogo contra o Palmeiras, e a determinação não é de realização a 100km, é de cumprimento da pena com portões fechados. Se o Vasco conseguir a desinterdição pelo Ministério Público poderia jogar (contra Bahia e Grêmio) em São Januário, com portões fechados – disse o advogado do Vasco, Paulo Rubens Máximo.

Por envolvimento de sua torcida no início das confusões em São Januário, Flamengo foi multado em R$ 3 mil. Originalmente a punição havia sido de R$ 5 mil.

Na quarta-feira, o STJD informou que desinterditou o estádio de São Januário após a CBF ter apresentado um relatório e autoridades terem emitido laudos que atestam que é seguro mandar partidas no local. Foi feita uma obra para tentar isolar as cabines de transmissão dos torcedores. O clube, no entanto, ainda precisa cumprir exigências para também conseguir que o Ministério Público libere o estádio.

No dia 8 de julho, Vasco e Flamengo se enfrentaram em São Januário. O Rubro-Negro venceu por 1 a 0 e, após a partida, houve um tumulto generalizado, com tentativa de invasão do gramado e arremesso de muitos objetivos, inclusives bombas de fabricação caseira, na direção de atletas, arbitragem e imprensa. Também houve a invasão de torcedores em camarotes e cabines de transmissão, inclusive com jornalistas sendo ameaçados.

Fonte: Globo Esporte

Categorias: Esportes