Reitor confirma suposta ameaça de atentado na UEPB e identifica aluno – Portal O Farol

Reitor confirma suposta ameaça de atentado na UEPB e identifica aluno

O reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Rangel Júnior, confirmou, nesta segunda-feira (21), que um aluno do curso de Letras/Espanhol ameaçou colegas e professores. Segundo Rangel, a situação está sob controle e o jovem deverá trancar o curso e está sendo ouvido pela polícia.

Em um áudio divulgado pela Instituição de ensino, o reitor afirma que, de fato, foi comprovada a suposta ameaça na sexta-feira (18). Um aluno além de divulgar um texto que indicava ameaça de vida às pessoas, também publicou em redes sociais arquivos e links que fortaleceram essa ideia.

Rangel Júnior explicou que ainda na mesma noite a segurança da UEPB foi alertada e tomou providências junto à Segurança Pública do Estado.

“A ação foi feita com muito cuidado e sem estardalhaço, sem tornar público porque era recomendação de protocolo de segurança com o objetivo de não causar pânico coletivo e desnecessário”, disse.

Problemas psicológicos

O reitor explicou que o assunto se espalhou no sábado, mas que neste domingo houve contato com o estudante. O aluno contou à reitoria que sofre de transtorno psicológico e que recebe acompanhamento psiquiátrico há dez anos, inclusive, tinha sido aconselhado a se afastar das atividades de estudo.

“Ontem à noite ele produziu uma carta explicando todo o acontecido, pedindo desculpas e tentando esclarecer as motivações daquele conflito. Ao mesmo tempo, explicou tudo o que vem ocorrendo com ele”, afirmou.

De acordo com o reitor, o aluno deve ser acompanhado nesta segunda-feira para realizar o trancamento da matrícula no curso, pois não tem condições de continuar assistindo aula. Apesar de alegar que não estava sob controle racional dos seus atos, a polícia cumpriu um mandado de busca e apreensão na residência do jovem. Ele também foi conduzido para a delegacia para prestar esclarecimentos.

“Independente de quaisquer questões que venham aparecer como desdobramento não há nenhum risco à integridade das pessoas”, finalizou.

Redação paraiba.com.br

Categorias: Paraíba