Presidente do PSB sinaliza apoio a Lula, mas cobra aliança do PT em seis estados: “precisa de reciprocidade” – Portal O Farol

Presidente do PSB sinaliza apoio a Lula, mas cobra aliança do PT em seis estados: “precisa de reciprocidade”

Podemos fazer uma aliança com o PT, mas isso precisa de reciprocidade”, disse o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira

Foto: Ricardo Stuckert

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, condicionou o apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na eleição presidencial de 2022 a adesão do PT na disputa pelos governos dos estados de Pernambuco, Espírito Santo, Rio, Acre, Rio Grande do Sul e São Paulo. “Podemos fazer uma aliança com o PT, mas isso precisa de reciprocidade”, disse Siqueira, de acordo com o jornal O Globo.

O fator condicionante teria sido informado a Lula pelo próprio dirigente da legenda socialista durante uma reunião realizada no último dia 5. Segundo um participante da reunião, o PT está disposto a apoiar o PSB nas eleições de Pernambuco, Rio e Espírito Santo. Em São Paulo e no Rio Grande do Sul, porém, a cúpula petista está reticente em abrir mão de uma candidatura própria. No Acre, uma possível aliança deverá ficar sob responsabilidade das lideranças locais.

A eleição paulista é considerada emblemática, uma vez que o PSB pretende colocar o  ex-governador Márcio França como candidato. França também vem mantendo conversas , com o ex-governador Geraldo Alckmin, que está de saída do PSDB. “Ele (Márcio França) é candidato. Isso foi dito com todas as letras (na reunião com Lula)”, afirmou Siqueira.

O PT, por sua vez, pretende lançar o ex-prefeito Fernando Haddad como postulante ao Executivo estadual. “O PT precisa escolher o que quer: eleger o presidente ou o governador de São Paulo. Quem quer tudo corre o risco de ficar sem nada”, disparou o dirigente do PSB.

Por WSCOM com 247

Categorias: Destaque,Política