Pré-candidata afirma que há espaço para o PP na chapa majoritária Da Redação. Publicado em 11 de julho de 2018 às 14:33. Foto: Leonardo Silva/ Paraibaonline Foto: Leonardo Silva/ Paraibaonline A pré-candidata a vice-governadora do Estado pela chapa PV/PSDB, Micheline Rodrigues, comentou sobre a possibilidade do Progressistas, partido do vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro, vir a se aliar com o grupo do governador Ricardo Coutinho (PSB), deixando o campo das oposições nas eleições deste ano. Segundo Micheline, o PP é maior de idade e que essa questão de discussões entre os partidos estão sendo levadas a frente pelo prefeito Romero Rodrigues (PSDB), seu esposo, e o companheiro de chapa, Lucélio Cartaxo (PV). – O próprio Romero tem se encarregado bastante disso, dessas conjunturas com os outros partidos. O PP é um partido maduro o suficiente para tomar suas próprias decisões, é uma discussão que está posta e que não tem nenhum martelo batido ainda. Até o dia das convenções muita coisa pode acontecer. Há espaço para o PP na chapa e todos nós, desde o princípio, estamos conversando com Daniella, com Aguinaldo e com Enivaldo, e é importante que o PP esteja ao nosso lado – explanou. Em relação à aliança com o PSD, Micheline frisou que o ex-deputado Rômulo Gouveia, que faleceu recentemente, sempre defendeu o nome dela para estar na chapa majoritária, bem como a atual presidente do partido, a ex-deputada Eva Gouveia. As declarações repercutiram na Rádio Correio FM, nesta quarta-feira, 11. Assuntos: aliançasEleições 2018Micheline RodriguesPP Matérias Relacionadas Ex-secretária revela motivos de voltar a disputar um cargo eletivo nas eleições Pré-candidata afirma que vazios assistenciais são o grande problema da Saúde na PB Líder do governo na Assembleia avalia candidatura de Maranhão Vereador aliado de Romero Rodrigues justifica apoio a candidato do PSB Pré-candidata a vice: “Tenho um exemplo de gestor dentro de casa” Senador paraibano diz que decisão de não disputar reeleição é definitiva As mais lidas Ex-secretária revela motivos de voltar a disputar um cargo eletivo nas eleições Pré-candidata afirma que vazios assistenciais são o grande problema da Saúde na PB Líder do governo na Assembleia avalia candidatura de Maranhão – Portal O Farol

Pré-candidata afirma que há espaço para o PP na chapa majoritária Da Redação. Publicado em 11 de julho de 2018 às 14:33. Foto: Leonardo Silva/ Paraibaonline Foto: Leonardo Silva/ Paraibaonline A pré-candidata a vice-governadora do Estado pela chapa PV/PSDB, Micheline Rodrigues, comentou sobre a possibilidade do Progressistas, partido do vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro, vir a se aliar com o grupo do governador Ricardo Coutinho (PSB), deixando o campo das oposições nas eleições deste ano. Segundo Micheline, o PP é maior de idade e que essa questão de discussões entre os partidos estão sendo levadas a frente pelo prefeito Romero Rodrigues (PSDB), seu esposo, e o companheiro de chapa, Lucélio Cartaxo (PV). – O próprio Romero tem se encarregado bastante disso, dessas conjunturas com os outros partidos. O PP é um partido maduro o suficiente para tomar suas próprias decisões, é uma discussão que está posta e que não tem nenhum martelo batido ainda. Até o dia das convenções muita coisa pode acontecer. Há espaço para o PP na chapa e todos nós, desde o princípio, estamos conversando com Daniella, com Aguinaldo e com Enivaldo, e é importante que o PP esteja ao nosso lado – explanou. Em relação à aliança com o PSD, Micheline frisou que o ex-deputado Rômulo Gouveia, que faleceu recentemente, sempre defendeu o nome dela para estar na chapa majoritária, bem como a atual presidente do partido, a ex-deputada Eva Gouveia. As declarações repercutiram na Rádio Correio FM, nesta quarta-feira, 11. Assuntos: aliançasEleições 2018Micheline RodriguesPP Matérias Relacionadas Ex-secretária revela motivos de voltar a disputar um cargo eletivo nas eleições Pré-candidata afirma que vazios assistenciais são o grande problema da Saúde na PB Líder do governo na Assembleia avalia candidatura de Maranhão Vereador aliado de Romero Rodrigues justifica apoio a candidato do PSB Pré-candidata a vice: “Tenho um exemplo de gestor dentro de casa” Senador paraibano diz que decisão de não disputar reeleição é definitiva As mais lidas Ex-secretária revela motivos de voltar a disputar um cargo eletivo nas eleições Pré-candidata afirma que vazios assistenciais são o grande problema da Saúde na PB Líder do governo na Assembleia avalia candidatura de Maranhão

A pré-candidata a vice-governadora do Estado pela chapa PV/PSDB, Micheline Rodrigues, comentou sobre a possibilidade do Progressistas, partido do vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro, vir a se aliar com o grupo do governador Ricardo Coutinho (PSB), deixando o campo das oposições nas eleições deste ano.

Segundo Micheline, o PP é maior de idade e que essa questão de discussões entre os partidos estão sendo levadas a frente pelo prefeito Romero Rodrigues (PSDB), seu esposo, e o companheiro de chapa, Lucélio Cartaxo (PV).

– O próprio Romero tem se encarregado bastante disso, dessas conjunturas com os outros partidos. O PP é um partido maduro o suficiente para tomar suas próprias decisões, é uma discussão que está posta e que não tem nenhum martelo batido ainda. Até o dia das convenções muita coisa pode acontecer. Há espaço para o PP na chapa e todos nós, desde o princípio, estamos conversando com Daniella, com Aguinaldo e com Enivaldo, e é importante que o PP esteja ao nosso lado – explanou.

Em relação à aliança com o PSD, Micheline frisou que o ex-deputado Rômulo Gouveia, que faleceu recentemente, sempre defendeu o nome dela para estar na chapa majoritária, bem como a atual presidente do partido, a ex-deputada Eva Gouveia.

As declarações repercutiram na Rádio Correio FM, nesta quarta-feira, 11.

Paraiba Online 

Categorias: Política

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal O Farol não publicará os comentários dos leitores.
O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.