Paulino: MDB não pretende disputar Governo e quer frente ampla com Cidadania – Portal O Farol

Paulino: MDB não pretende disputar Governo e quer frente ampla com Cidadania

O deputado estadual e vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa da Paraíba Raniery Paulino (MDB) quer uma frente ampla entre seu partido e o Cidadania para que ambos se fortaleçam para as próximas eleições de 2022. A declaração foi dada na tarde desta terça-feira (23) no programa F5, da 89 Rádio Pop.

Paulino reconheceu que o MDB sofreu uma redução de espaços eletivos nas últimas eleições na Paraíba e admite que não há como ter a mesma amplitude do passado.

 

 

“Chegou uma época que o MDB teve 20 deputados estaduais. Nunca teremos isso novamente. Nem o partido do governador vai ter. Nós já tivemos três senadores, oito federais. Isso não teremos nunca mais. É uma avaliação que a gente precisa ter dos equívocos feitos nos últimos 8 anos. MDB teve candidatura na última eleição e não foi fácil. (a eleição) Se polarizou. Tinha estrutura de governo dos dois lados”, relembrou.

Ele já adiantou que, no momento, o MDB não deve ter candidato a governador em 2022 e que é um movimento natural apoiar a reeleição de João Azevêdo, já que tanto ele, o deputado Jullys Roberto e o senador Veneziano Vital do Rêgo são aliados.

“Acho que precisamos procurar nos fortalecer. Dentro da aliança com o governador, o partido mais importante é o MDB. Não está oficialmente com ele, mas é uma tendência. Nós temos tempo de guia, fundo partidário, a maior bancada de senadores, isso nos traz robustez e é por isso que é importante para o governador ter o MDB. Eu vou pedir, primeiro internamente, o apoio do governador para poder fazer uma frente ampla que, inclusive, nos fortaleça, tanto o Cidadania, quanto o MDB”, explicou.

E argumentou que o caso do apoio do Cidadania a Roberto Paulino, nas eleições do ano passado em Guarabira, é um exemplo de que a aliança será duradoura.

“Em Guarabira, por exemplo, aquele case dá pra se levar adiante. Não ganhamos as eleições por que rateou muito a oposição e o covidão ajudou muito na reeleição. Mas eu acho que é um case que dá pra se replicar em outros municípios. Eu vejo muito de forma alvissareira esse momento novo que o MDB está passando no ponto de vista de aproximação do Cidadania, para a gente, inclusive, reconstruir alguns espaços”, disse.

Por Redação Paraíba Já

Categorias: Destaque,Política