Mulher acorda com cobra sobre o corpo em Santa Catarina – Portal O Farol

Mulher acorda com cobra sobre o corpo em Santa Catarina

Foto: Por g1 SC e NSC

Uma mulher de 30 anos foi acordada após perceber que uma cobra estava subindo pelo seu pé em Jaraguá do Sul, no Norte catarinense, durante a madrugada de segunda-feira (22).

Segundo os bombeiros, a moradora estava dormindo na sala de estar da própria residência quando levou um susto ao ver a serpente de cerca de 20 centímetros.

Quando os agentes chegaram ao local, a falsa-coral estava dentro do sofá retrátil da casa. A serpente não é peçonhenta e nem picou a moradora durante a ocorrência.

Cobra foi resgatada, passou por avaliação veterinária e foi solta em local não divulgado em Jaraguá do Sul (SC) — Foto: Corpo de Bombeiros Voluntários/ Divulgação

Após ser resgatada, a serpente foi encaminhada para a Fundação Jaraguaense do Meio Ambiente (Fujama). Ela foi avaliada por biólogos e devolvida à natureza.

De acordo com os bombeiros, a mesma moradora do bairro Estrada Nova havia acionado os agentes a cerca há cerca de um mês informando ter visto uma cobra enquanto tomava banho.

Contudo, ao chegarem no local, segundo o socorrista Leandro Batista, a serpente não foi encontrada.

“Nós a orientamos a nos chamar novamente quando a coral fosse localizada. E foi o que aconteceu. Quando cheguei na casa, ela já estava dentro do sofá retrátil”, afirma o bombeiro Leonardo Batista.

Segundo moradora, cobra subiu no pé dela enquanto ela dormia — Foto: Corpo de Bombeiros Voluntários/ Divulgação

A mulher estava acompanhada do companheiro na sala de casa, mas, apesar do susto, segundo Batista, a falsa-coral é inofensiva e não possui peçonha.

O que fazer em caso de picada?

  • Caso seja picado por uma cobra, não se deve amarrar o local. Segundo o biólogo Christian Lempek, o torniquete pode aumentar o risco de necrosar o local e resultar até em amputação;
  • Não se deve cortar o local, fazer perfurações ou sucção;
  • O local da picada deve ser lavado com água e sabão;
  • A vítima deve ser levada o mais rápido possível ao hospital;
  • É importante tentar identificar a serpente (pode ser por foto, se possível), pois isso facilitará a escolha do soro antiofídico a ser aplicado.

Onde ligar

  • Entre em contato com os Bombeiros (193) ou com a Polícia Ambiental da sua cidade (190);
  • Em caso de acidente com serpente, entre em contato com o Samu (192), os Bombeiros (193) ou se dirija ao hospital público mais próximo;
  • Em caso de dúvidas ou orientações sobre procedimentos de primeiros socorros, ligue para o Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Santa Catarina (CIATox/SC), pelo telefone: 0800 643 5252.
  • Moradores de Jaraguá do Sul podem ter atendimento na Fujama pelo telefone (47) 3273-8008, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h.

Por g1 SC e NSC

Categorias: Brasil,Cidades,Destaque,Policial