Governador apela para população redobrar cuidados contra a Covid-19 e diz que medidas mais rigorosas são para salvar vidas: “o poder público está fazendo a sua parte” – Portal O Farol

Governador apela para população redobrar cuidados contra a Covid-19 e diz que medidas mais rigorosas são para salvar vidas: “o poder público está fazendo a sua parte”

De acordo com o gestor, a decisão foi analisada após a ampliação do número de municípios com bandeira laranja e vermelha, o que representa aumento de mortes e proliferação do vírus e fez um apelo à população para que continue obedecendo as medidas de isolamento social contra o coronavírus.

O gestor ainda destacou que todas as medidas para salvar vidas estão sendo tomadas pelo poder público, mas cabe a população ter consciência de que o dever para conter a pandemia é de todos. (Foto: Walla Santos)

Com o risco de colapso na rede pública de saúde após o aumento de internações, óbitos e infectados pela Covid-19, o governador da Paraíba, João Azevêdo, em entrevista ao programa ‘Conversa com o Governador’, desta segunda-feira (22) falou sobre o decreto que intensificará as restrições de isolamento para conter a rápida proliferação do vírus no Estado, e que será publicado nesta terça-feira (23) no Diário Oficial.

De acordo com o gestor, na entrevista acompanha pelo ClickPB, a decisão foi analisada após a ampliação do número de municípios com bandeira laranja e vermelha. “Observamos que teve aumento de 62% no número de bandeira laranja que antecede a bandeira vermelha. Esse aumento significativo para 132 municípios e seis municípios terem entrado na bandeira vermelha, com o aumento significativo de mortes foi o que nos motivou para tomar essa decisão”, explicou.

Para João, a retomada das proibições de eventos públicos e privados, além da restrição de funcionamento de estabelecimentos comerciais tem como objetivo evitar um colapso no sistema de saúde. O gestor ainda destacou que todas as medidas para salvar vidas estão sendo tomadas pelo poder público, mas cabe a população ter consciência de que o dever para conter a pandemia é de todos.

“Mais uma vez, volto a pedir a conscientização da população que retome as medidas sanitárias de evitar aglomerações, usar máscara e permanecer a rotina de combate ao vírus. Esse vírus não se cansou, nós podemos estar cansados, mas o vírus continua acelerando o processo de contaminação. Por isso, essa decisão de restrição irá repercutir nos próximos dias como forma de barrar a rápida proliferação desse vírus. Estamos adotando essas medidas para salvar vidas”, destacou.

O gestor também disse que além da proibição do acesso a orla marítima da Paraíba e as medidas específicas de funcionamento aos diversos segmentos comerciais, haverá também ampliação dos leitos de UTI no Hospital Metropolitano e no Clementino Fraga, para que o número passe a 110 leitos, além das outras instituições e a convocação de profissionais da saúde.

A partir da publicação do decreto nesta terça-feira (23), os bares, restaurantes e praça de alimentação na Paraíba devem funcionar até as 16h durante um período de 15 dias, segundo informou o secretário de Estado da Saúde (SES-PB), Geraldo Medeiros, em entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM, desta segunda-feira (22).

SAIBA MAIS:

Bares e restaurantes na Paraíba devem fechar às 16h por 15 dias em novo decreto

Por Emmanuela Leite/ClickPB

Categorias: Cidades,Destaque,Paraíba,Política