Após música que chama apoiadores de Bolsonaro de demônios, Eliza diz que Chico César está decadente: “ele não é ninguém” – Portal O Farol

Após música que chama apoiadores de Bolsonaro de demônios, Eliza diz que Chico César está decadente: “ele não é ninguém”

A música circulou nas redes sociais durante o final de semana e ganhou repercussão nesta segunda (3). Pessoas dizem que a música, que diz “bolsominions são demônios”, é intolerante.

Na verdade, esses artistas quando estão em decadência ou viram gays ou lésbicas ou inventam algum tipo de polêmica para o nome dele ascender de novo. E ele está conseguindo o que queria”, disse Eliza. (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)

Em resposta à música de Chico Cesár, a qual diz que “bolsominions são demônios”, a vereadora Eliza Virgínia disse ao ClickPB, nesta terça-feira (4), que o cantor está em decadência e que ele não é ninguém. Ela comparou Chico César a artistas os quais considera que “viram gays ou lésbicas ou inventam algum tipo de polêmica para o nome dele ascender de novo. E ele está conseguindo o que queria.”

Segundo Eliza, “a música, a arte do Chico César, que está em decadência, que ninguém fala mais dele… Na verdade, esses artistas quando estão em decadência ou viram gays ou lésbicas ou inventam algum tipo de polêmica para o nome dele ascender de novo. E ele está conseguindo o que queria.”

A vereadora informou ao ClickPB que o cantor atacou os cristãos de forma insana e grosseira. “Se eu for dar entrada na Justiça, ele não merece isso porque ele não é ninguém. Infelizmente, uma pessoa que tem uma atitude dessa tão desrespeitosa, tão insana, tão grosseira com o povo de Deus, que ele diz isso: “o povo que vai para culto”. Quem é que vai para culto? Somos nós evangélicos, mas também são católicos. São cristãos. Na verdade, ele não ofende só aos evangélicos, ele ofende os cristãos.”

Eliza Virgínia reafirma que votou no presidente Bolsonaro e que espera que o governo dele dê certo. “Bolsominions? Somente porque a gente votou no presidente Bolsonaro? Então quer dizer que quando você vota em alguém vai ser daquela pessoa para sempre? E se for, qual o problema? Votei sim em Bolsonaro e quero que esse governo dê certo.”

Ela chegou a mencionar Xuxa e Daniela Mercury como artistas em decadência e disse que muitos estão com saudades de ganhar dinheiro da Lei Rouanet. “Na verdade, pessoas como Chico César, como Daniela Mercury, que quando estão em decadência, como a Xuxa, inventam alguma polêmica para seu nome ascender. E conseguem. “Na verdade, pessoas como ele estão com saudade das verbas da Lei Rouanet, que iam indiscriminadamente para artistas que já tinham muito dinheiro, que ganhavam dinheiro da Lei Rouanet e ainda cobravam ingressos. E agora não tem mais essa ‘boquinha’.”

Eliza encerrou dizendo que tem pena de Chico César e que o show dele é que parece uma dança no inferno. “Eu fico muito triste. Tenho pena da alma dele. Quando a gente começa a ver os vídeos, ontem eu lancei um vídeo dele no meu Instagram, onde o show parece realmente uma dança no inferno. Onde tem muitas pessoas que parecem ser demônios, inclusive ele. Então nós não somos demônios. Nós somos patriotas, pessoas de Deus que querem, sim, um Brasil acima de tudo e Deus acima de todos.”

Em música, Chico César chama apoiadores de Bolsonaro de demônios e diz que eleitores saíram do ‘inferninho’

A música

A música circulou nas redes sociais durante o final de semana e ganhou grande repercussão nesta segunda-feira (3). Muitas pessoas afirmaram que a música, a qual diz que “bolsominions são demônios”, é intolerante e que o cantor não só atingiu os apoiadores do presidente como também os cristãos evangélicos.

“Bolsominions são demônios que saíram do inferninho para brincar de amigo oculto com Satan no condomínio”, diz um trecho da música. O cantor não se pronunciou sobre a repercussão negativa da composição.

Por ClickPB

Categorias: Destaque,Paraíba,Política