Anísio reitera críticas a Ricardo e sentencia: “Não abro nem pra um trem” – Portal O Farol

Anísio reitera críticas a Ricardo e sentencia: “Não abro nem pra um trem”

“Acho que Ricardo deveria reforçar esse campo da esquerda e não se articular com esses partidos que não confiamos”, disse o petista durante entrevista ao ‘F5’, da 89 Rádio POP

O pré-candidato do PT em João Pessoa, Anísio Maia, reiterou as críticas contra o ex-governador Ricardo Coutinho durante entrevista ao programa ‘F5’, da 89 Rádio POP, nesta terça-feira (15). O petista voltou a dizer que o socialista está dividindo o campo da esquerda na capital e buscando alianças com partidos fora do campo progressista.

Cogitava-se uma possível aliança com o PSB, e nas últimas horas levantou-se a tese de que Estela Bezerra e Cida Ramos poderiam estar sendo trabalhadas para serem vice ou encabeçar chapa unindo-se ao PT.

Anísio foi direto sobre essa tese: “Não abro para ninguém, nem para um trem”. O petista destacou que não vai abrir mão de sua candidatura à Prefeitura de João Pessoa.

Questionado sobre as declarações que teria dado sobre Ricardo Coutinho, Anísio reiterou as críticas ao ex-governador. “Sou muito claro, não tenho duas conversas, fiz uma crítica e repito, acho que Ricardo, pela sua história de esquerda, deveria reforçar esse campo da esquerda e não se articular com esses partidos que não confiamos. Podemos até procurar para aliança, mas não na cabeça, no topo deve estar o partido que tem convicção, posição. Por isso, agora o nome mais indicado é do PT”, disse Anísio, que depois cobrou o gesto de reciprocidade que o PT teve com o PSB nas últimas eleições.

Chamado ao PSB e críticas a “candidaturas tiradas do bolso”

“Faço um chamado ao PSB, que tem tradição de esquerda na Paraíba, que tem militância, deveria nos ajudar nesse momento, assim como fez o PCdoB”, disse Anísio Maia.

Anísio ficou na bronca com candidaturas que, segundo ele, são “tiradas do bolso”. “O PT, não falo de Anísio, porque não sou candidato de mim mas sim de um coletivo. Não concordo com candidatura tirada do bolso do colete, gente chegando e falando pra por essa ou aquela, temos que ter métodos para essa discussão”, afirmou o petista.

Por Paraibajá

Categorias: Destaque,Política